Cabo Polônio

Uruguai

março/2020

Na realidade quando fomos ao Uruguai, visitamos Cabo Polônio e José Ignácio. Porém, como fomos para um casamento em José Ignácio e eu quase não tenho fotos de lá, resolvi só escrever sobre Cabo Polônio :) Caso esteja curioso e queira ver vídeos e fotos e toda a viagem, é só procurar nos destaques do nosso Instagram @outofmyhouse!

 

COMO CHEGAR

 

Cabo Polônio fica em uma península no meio de uma Reserva Florestal. Isso significa que você não pode entrar com o seu carro na “cidade”. Como chegar então? Na entrada de Cabo Polônio tem um estacionamento e uma bilheteria (também tem uma cafeteria, lounge e banheiros) onde você compra um ticket de ida e volta de Cabo Polônio. O meio de transporte? Uma jardineira-caminhão. Não sei o nome correto :) Os horários variam, então é sempre bom se informar neste site antes de ir. De qualquer maneira, geralmente o transporte ocorre do período da manhã até a noite e de uma em uma hora. O tempo de “viagem”? Uns 20 minutos :)

DOCUMENTAÇÃO 

Documento de Identidade ou Passaporte.

 

Muitos acham que podem entrar em com a CNH. Mas a CNH só é valida como identificação no Brasil. No Uruguai ela só serve como carteira de motorista mesmo. 

 


DIAS | HOTEL
 

2 Noites - Airbnb La Capilla - El Fortín del Rubio

Ficamos duas noites e nos hospedamos em uma casa reservada pelo Airbnb. A parte positiva foi se hospedar em uma casa com arquitetura e decoração típicas da região. A parte negativa é que a maioria dessas casas não possuem ar condicionado (na realidade não consegui achar nenhuma que tinha) e nem uma dinâmica boa de circulação de ar. Então as noites não eram muito agradáveis, apesar de 17 graus lá fora. Lá em Cabo Polônio, acabei descobrindo uma pousada que parecia ser muito boa. Pelo menos o jantar lá era excelente! Se chama “La Perla del Cabo”.
 

CABO POLÔNIO | O QUE FAZER

 

Cabo Polônio é um vilarejo que fica a 118 km de José Ignácio e 140km de Punta del Este. O que faz Cabo Polônio ser tão interessante é o fato de o local conseguir preservar, e MUITO, o clima de vilarejo rústico, com poucos habitantes, nenhum carro e aquela calmaria que a gente até estranha em um primeiro momento. Há pouca eletricidade, sinal de celular e wifi é quase que inexistente, somente carros dos moradores locais com suprimentos podem entrar e sair da cidade. Não há barulho, não há poluição. 

 

Uma das primeiras visões que se tem de Cabo Polônio é uma colina repleta de casas branquinhas de apenas um piso. Essas são as casas típicas da região, e onde resolvemos nos hospedar.
 

Duas experiências simples mas marcantes que tive em Cabo Polônio foi conseguir ouvir lá da casa onde estávamos nos hospedando (em cima da colina) o barulho dos leões marinhos nas pedras em volta da península. A outra experiência marcante aconteceu nas duas noites em que passamos lá. O céu estava completamente limpo e era noite de lua cheia. Como não havia poluição visual e a lua estava MUITO iluminada, eu conseguia ver a minha sombra através da luz da lua. Isso nunca tinha acontecido antes.  

 

Falando em leões marinhos, há centenas deles em Cabo Polônio, sendo uma das atrações do vilarejo. Há também um farol, praias, dunas e é claro o vilarejo em si com lojinhas de artesãos locais, bares, restaurantes, fogueiras…

Ou seja, era quase impossível eu não gostar desse lugar :)

Fim :)

Alguma dúvida ou comentário? Mande um direct!

  • Instagram

INSPIRE-SE

CARIBE
dicas de lugares incríveis no Caribe
ÁSIA
dicas de lugares incríveis na Ásia
AMÉRICAS
dicas de lugares incríveis nas Américas
ÁFRICA
Dicas de lugares incríveis na África
EUROPA
Dicas de lugares incríveis na Europa
ORIENTE MÉDIO
Dicas de lugares incríveis no Oriente Médio
Show More