CUBA

Abril 2018

CUBAAAAA! Há muuuito tempo (tá, nem tanto, uns dois anos talvez) eu queria ir pra Cuba. Estava muito curiosa para conhecer esse país parado no tempo: os carros coloridos, as construções antigas, conversar com o povo, andar no Malecón, dançar, beber mojito, mergulhar naquele mar caribenho, fumar charuto…queria tudo. Mas mais que isso, queria ver com meus próprios olhos esse país que, por consequência de tantos anos afastado do mundo globalizado, conserva uma identidade tão autêntica.

 

Resumindo a história de Cuba

 

Tudo ótimo até que a Espanha “descobre” Cuba e dá início a colonização. Começa a exploração, Cuba vira uma importante produtora de açúcar, tabaco e café. Cerca de 400 anos depois, Estados Unidos chega com tudo e após uma guerra, ganha o controle de Cuba. Em 1902 é assinada a independência. Porém, os governos posteriores ainda possuíam ligação com os Estados Unidos, e há muita denúncia de corrupção. Então, Em 1953, Fidel Castro entra em cena: organiza um ataque frustado ao quartel Moncada e todos são presos. Fidel não desiste e três anos depois, lidera outra revolução. Até que em 1959 o governo é derrubado e os guerrilheiros, entre eles, Fidel Castro e Che Guevara, tomam o poder e dão inicio a um novo regime. Estados Unidos rompe relações com Cuba, ao mesmo tempo que Cuba estreita relações com a então União Soviética. Comércio e indústria são nacionalizados e reformas socialistas ocorrem. Depois de mais de 30 anos, com o fim da União Soviética, Cuba perde seu principal parceiro comercial. Tem início uma grave crise, inclusive com falta de alimentos. Hoje, o turismo alavanca grande parte da economia do país. Assim como a Coreia do Norte, Cuba é um dos poucos países socialistas do mundo.

1/1

ITINERÁRIO

Visitamos Viñales (com Cayo Jutías), Havana e Trinidad (com Playa Ancon). Aos poucos vou escrevendo sobre cada uma :)

Vinãles

1/1

Havana

1/1

Trinidad

1/1

CURIOSIDADES

 

Cuba tem mais de 1500 ilhas.

 

Os charutos cubanos são os melhores do mundo. Cohiba, Romeo y Julieta, Montecristo…tudo daqui.

 

A saída dos cubanos do país é totalmente controlada pelo governo. Somente em casos especiais, como atletas em competições, “mais médicos”, entre outros, que é autorizada.

 

Não existe hospitais ou escolas/universidades privadas no país. Ou seja, é tuuudo de graça, para todos. Se é bom ou ruim, difícil saber. Não fui a nenhum hospital ou escola/universidade. Conversando com algumas pessoas, foi nos dito que praticamente 100% dos cubanos são alfabetizados, porém, há falta de medicamentos e a infraestrutura nos hospitais é precária. 

 

Mensalmente, os cubanos recebem alimentação do governo. Porém, mais uma vez, nem de perto supre as necessidades básicas diárias. 

 

Até alguns anos atrás não existia propriedade privada em Cuba. Inclusive conhecemos um cubano que o avô tinha uma casa, esta casa foi confiscada pelo governo, e agora, anos depois, ele teve que comprar a casa do próprio avô do governo de novo. Loucura.

 

Apenas 1,7% da população tem acesso a internet. Falaremos disso mais adiante.

 

O terceiro país do mundo a ter uma ferrovia foi Cuba, em 1837.

 

Sabia que Havana já teve mais salas de cinema que Nova York e Paris? Isso mesmo. Em 1959, Havana era a cidade do mundo com o maior número de salas de cinema: 358. Só depois vinham Nova York e Paris, que ficaram em segundo lugar e terceiro, respectivamente.

1/1

DICAS DE CUBA

Internet

 

Não existe internet. Ok, não é para tanto. Funciona assim: o governo disponibiliza internet por wifi em certos pontos da cidade. Os grandes hotéis também. Para acessar, você precisa comprar um cartão com login e senha. Esse cartão te dá acesso a uma hora de internet e custa de 1 a 5 dólares (encontrei por vários preços, dependendo de quem vende e que cidade). Não precisa usar essa uma hora direto. Detalhe que a wifi não funciona a todo momento, só de vez em quando, geralmente é "ligada" uma hora da tarde e fica até umas 9 da noite. Os cartões são fornecidos por uma única empresa estatal. Como o salário médio em Cuba é em torno de 30 dólares, fica fácil perceber por que somente 1,7% da população tem aceso a internet né :)

 

Carro

 

Devido a pouca quantidade de carros disponíveis para aluguel em Cuba, alugar carro na ilha é difícil e caro. E, se você acha que você vai poder alugar aquele carro antigo colorido, pode tirar o cavalo da chuva. Esses carros são passados de gerações a gerações e para andar neles, somente com motorista :) Mas nem tudo está perdido. Se você não quer depender de rotas e horários de ônibus, é muito fácil contratar transfers. Tem várias opções: compartilhado, privativo, em carro moderno ou carro antigo colorido :) Contratamos todos os transfers pela internet, antes de chegar em Cuba. Porém, conforme pesquisamos por lá, é muito fácil e MUITO mais barato (afinal, as empresas que organizam esses transportes sempre ganham em cima) contratar os transfers lá em Cuba mesmo, falando direto com os motoristas. Ainda mais se você vai ficar nas casas de família: sempre tem um amigo, tio, vizinho, primo, que faz esse trabalho :) Para se ter uma idéia dos preços, isso foi quanto pagamos contratando pela internet:  

 

Havana - Viñales $90

Viñales - Cayo Jutías - Havana $160

Havana - Trinidad $210

Obs: esses preços são para duas pessoas em carro privativo antigo. Nota-se que contratar carro antigo é mais caro que contratar carro moderno. Sendo que os carros modernos são bem mais rápidos.

1/1

Perigo

Das três cidades que visitamos, a única que chegou a dar uma leve impressão de insegurança foi Havana. Há alguns bairros na cidade, como o centro, que as ruas são bem escuras e “estranhas”. Porém, é só impressão mesmo, Cuba não é nem um pouco perigosa. Mas neeem um pouco. Vá sem medo de ser feliz :)

 

Casas de Família

 

Uma coisa muito comum em Cuba é se hospedar em casas de família. Que nada mais é que se hospedar em quartos de casas de famílias cubanas. E eles levam isso muito a sério. Tanto que, em todas as casas que ficamos, nos sentimos como em uma pousada familiar. Eles arrumam o quarto todos os dias e servem café da manhã. Além de ajudar com dicas e transfers :) Legal né?! É uma oportunidade única de ter contato direto com os cubanos. Como? Airbnb :)

 

Dinheiro

 

Em Cuba existem duas moedas: CUC e o CUP. Resumindo: CUP é a moeda que os Cubanos usam, CUC é a moeda que você irá usar. 1 CUC = 1 Dólar. Ironicamente, ou não, a melhor moeda de troca lá é o Euro. Então, no Brasil, compre Euro, não dólar. Isso por que todas as transações que envolvem dólar tem uma taxa bem alta a mais.

No mais, divirta-se :)

Obs: Nos próximos dias postarei minhas visitas a Viñales, Havana e Trinidad.

1/1

Fim :)

Alguma dúvida ou comentário? Mande um direct!

  • Instagram

INSPIRE-SE

CARIBE
dicas de lugares incríveis no Caribe
ÁSIA
dicas de lugares incríveis na Ásia
AMÉRICAS
dicas de lugares incríveis nas Américas
ÁFRICA
Dicas de lugares incríveis na África
EUROPA
Dicas de lugares incríveis na Europa
ORIENTE MÉDIO
Dicas de lugares incríveis no Oriente Médio
Show More