Siracusa

Itália

Setembro /2015

QUANTOS DIAS E ONDE FICAR

 

Duas noites - Hotel Alla Giudecca (Lindo e ótima localização!)

Ps: Independente do hotel que você ficar, hospede-se na ilha de Ortiga! É onde fica o centro histórico da cidade, ruelas, ótimos restaurantes, praias, suas principais atrações e o melhor: faz-se tudo a pé :)

A CIDADE

Antiga Capital da Magna Grécia (para quem não sabe, era assim chamada a região sul da península Itálica colonizada pelos gregos no século VII a.C.), Siracusa era tão importante quanto Atenas, atraindo filósofos e estudiosos como o famoso físico e matemático Arquimedes (fico imaginando ele usando os espelhos para incendiar os navios romanos)! Acrescente ainda o charme do centro histórico (ilha de Ortiga) de apenas 1km2, seus restaurantes, mercados, água cristalina, lojinhas de artesanato local...Enfim, com certeza - das cidades visitadas na Sicília - Siracusa foi a que mais me impressionou, pelo simples fato de que eu não esperava nada dela - já que todos só falam em Taormina, e ninguém da bola para Siracusa (coitada) - e de repente ela tinha tudo :)

O QUE FAZER

Fonte de Aretusa 

 

Reza a lenda que o deus Alfeu se apaixonou pela ninfa Aretusa quando a viu tomando banho.  Arethusa então fugiu para Sicília para se esconder e acabou sendo transformada em uma fonte pela deusa Ártemis. Calma, não acabou por ai, no fim, Alfeu foi transformado em rio por Zeus, para que este pude-se chegar a Siracusa e unir-se com sua amada fonte. Ou seja, no fim, a Aretusa se deu mal. Lendas a parte, hoje a fonte tem gansos/patos (ou outro animal parecido) e plantas de papiro. Resumindo, não é nada de mais, mas é curioso :)

Castelo Maniace

 

Castelo construído no século VIII, bem bonito, na ponta da ilha :)

PARQUE ARQUEOLÓGICO

 

Um pouco afastado da llha de Ortiga (10 minutos de carro), o parque arqueológico de Siracusa é basicamente o que restou da colônia grega que se estabeleceu em Siracusa no século VIII a.C., e não estamos falando de uma colônia qualquer, e sim, de uma das maiores do mundo antigo. Conta com o maior Teatro Grego da Sicília com 140 metros de diâmetro, a Orelha de Dionísio, o Túmulo de Arquimedes, etc.

 

Aberto todos os dias das 9h às 18h

 

Teatro Grego

 

Quem hoje assiste a uma apresentação de ópera clássica no Teatro Grego de Siracusa nem imagina que anos e anos atrás servia de palco para lutas de gladiadores e outros meios de entretenimento loucos daquela época. Construído no século V a.C, o Teatro não é um dos mais conservados, tendo em vista a retirada de pedras e rochas do mesmo pelos espanhóis para a serem utilizados nas fortificações de Ortiga.

Túmulo de Arquimedes

 

Arquimedes nasceu e morreu em Siracusa (287 a.C. – 212 a.C.). E, a título de curiosidade, Arquimedes, quando conseguiu resolver um complexo dilema apresentado pelo rei Hierão, exclamou a famosa expressão “Eureka!” (significa “Encontrei” em grego), que hoje é usada quando alguém encontra a solução de um problema difícil :) E claro, ainda tem a famosa história (talvez lenda) onde Arquimedes incendiou navios romanos com o reflexo de espelhos côncavos!

Orelha de Dionísio

 

A Orelha de Dionísio nada mais é que uma caverna artificial (buraco) cavado nas rochas, onde o rei Dionísio prendia seus inimigos, e, graças a forma de seu interior, possibilitava que Dionísio escutasse do lado de fora o que os prisioneiros (acredita-se que foram mais de sete mil atenienses presos ali) estavam conversando lá dentro!

Praça Principal e Duomo

 

Como toda cidade italiana que se preze, Siracusa tem a sua Duomo na praça principal rodeada de bares e restaurantes. MAS, não é o melhor, nem mais barato lugar para se comer, então se guarde para os restaurantes das ruelas por perto :)

Inclusive, na praça principal fica a entrada (ali na flecha) para um ex esconderijo da Segunda Guerra Mundial.

Ps: Acho (e espero) que esse esqueleto é só uma brincadeirinha.

Mostrar Mais

“Praia”

 

Apesar de existirem praias de verdade em Siracusa, a que eu mais gostei foi na realidade uma “praia” onde as pessoas ficam deitadas em uma rocha e pulam direto no mar, subindo por uma escadinha :) Na foto não da de perceber muito, pois não pegamos dias de muito sol, mas a água é  transparente!

COMER BEBER

Via Cavour

 

Fomos em um restaurante fracês muuuito bom em Siracusa. Mas, eu acabei não anotando o nome e não consegui achar no google maps :/ Só sei que era na Via Cavour, muito fofo, com mesas na calçada e um vinho da casa sensacional! De qualquer maneira, essa rua (e nas redondezas) é cheeeeia de opções :)

 

Fratelli Burgio

 

Esse bar/restaurante/enoteca fica logo em frente ao Mercado de Siracusa. Na realidade, o mais famoso local ali no mercado se chama Caseificio Borderi Elefteria, que na realidade fica do lado do Fratelli. Porém, o Caseificio não tem mesas e estava com uma fila enorme para pegar o famoso sanduíche. Já esse simpático restaurante ao lado, tinha uma pequena fila (as vezes não tem como escapar das filas), mesas para sentar e tábuas de comidas maravilhosas como essas na foto abaixo. Juro que da água na boca só de lembrar.

Mostrar Mais

Fim :)

Alguma dúvida ou comentário? Mande um direct!

  • Instagram

INSPIRE-SE

CARIBE
dicas de lugares incríveis no Caribe
ÁSIA
dicas de lugares incríveis na Ásia
AMÉRICAS
dicas de lugares incríveis nas Américas
ÁFRICA
Dicas de lugares incríveis na África
EUROPA
Dicas de lugares incríveis na Europa
ORIENTE MÉDIO
Dicas de lugares incríveis no Oriente Médio
Show More