Varanasi

Índia

Fevereiro/2019

Por incrível que pareça, a cidade mais chocante da Índia, foi também nossa preferida (junto com Jaisalmer). Todos dizem para deixar Varanasi para o fim da viagem, pois é preciso já ter se acostumado - pelo menos em parte - com toda aquela desordem, para conseguir extrair a essência da cidade mais sagrada da Índia. Olhando agora, acho que dois fatores contribuíram - e muito - para a nossa simpatia em relação a Varanasi: 

 

  1. A região da “Old City” é composta somente por ruelas, isso significa que é uma área livre de carros o que consequentemente diminui consideravelmente o nível de buzinas (ainda assim algumas motos transitam pelo lugar). E sério, você pode não dar muita importância ao silêncio agora, mas você vai me entender quando chegar lá. 

  2. O rio Ganges. Famoso por ser um dos rios mais poluídos do mundo, de perto, não nos pareceu tanto. Há peixes, não fede (alô Tietê!), chega a ser até um pouco transparente e transmite uma certa paz a cidade (barquinhos passeando, crianças brincando, calma, silêncio…). 

QUANTOS DIAS E ONDE FICAR

Diria que 3 dias inteiros são mais do que suficientes. Onde ficar? Com toda certeza no BrijRama Palace. Tem vista para o Ganges :)

A CIDADE 

 

Varanasi é conhecida como a “Cidade Sagrada” pelos hindus e seu nome pode ser traduzido como “Porta do Céu”. Por quê? Vou explicar melhor: os hindus acreditam em reencarnação. Inclusive, ser uma boa pessoa na vida atual é a única maneira de ter chances de nascer em uma casta superior na próxima vida. Não há possibilidades de mudança de casta em vida. Voltando para Varanasi, reza a crença hindu que Shiva (um de seus principais deuses) cremou sua mulher no Rio Ganges, fazendo deste um lugar sagrado. Assim, ser cremado em Varanasi significa ir direto para o céu, sem mais reencarnações. 

 

Apesar de ser conhecida como uma das cidades mais antigas do mundo, é difícil afirmar com exatidão o ano em que foi fundada. Isso por que as principais fontes advém de crenças hindus. Como por exemplo, eles acreditam que Shiva fundou Varanasi há 5.000 anos. De qualquer maneira, os historiadores apostam na hipótese que a cidade tenha sido criada há 3.000 anos, o que continua sendo a muito tempo atrás. 

 

 

O RIO GANGES

 

Conhecido por ser um dos rios mais poluídos do mundo, curiosamente o Rio Ganges nasce bem limpinho e transparente lá no Tibet, nas montanhas do Himalaia, e é um dos rios mais extensos da Ásia.  Os hindus acreditam que sua água tem o poder de purificar todos os pecados e não é por menos que a vida da cidade de Varanasi gira totalmente em torno do rio. É nele que os indianos tomam banho, rezam, lavam roupa, escovam os dentes, brincam, fazem oferendas e cremam corpos. É uma loucura.

OS  GHATS

 

Ao todo, Varanasi possui 98 Ghats, que nada mais são que escadarias que desembocam no rio. Cada uma delas tem um significado, sendo devotada a um deus em especial e um propósito diferente. Como por exemplo, o Manikarnika Ghat simboliza a criação e a destruição, sendo o palco principal das cremações de Varanasi. Já o Dasaswamedh Ghat é onde ocorre o ritual de agradecimento a Deusa Ganga todos os dias ao pôr do sol. Com certeza um dos passeios mais agradáveis de Varanasi é passear pelos Ghats. Eles são todos conectados, então é possível acompanhar o rio Ganges por toda orla de Varanasi :)

O CREMATÓRIO

Todo hindu sonha em passar seus últimos dias em Varanasi, ser cremado no principal crematório da cidade e ter suas cinzas jogadas no Ganges. Como dito anteriormente, eles acreditam que ser cremado em Varanasi os leva diretamente ao céu e consequentemente a um descanso eterno, sem mais reencarnações e castas para se preocupar. Abaixo algumas curiosidades sobre o principal crematório de Varanasi:

 

  1. Acredita-se que Shiva cremou sua mulher neste exato lugar, jogando suas cinzas no Ganges. 

  2. Ele funciona 24 horas, 365 dias ao ano, faça chuva, faça sol. E corpos simplesmente não param de chegar.

  3. Pelo fato de a cremação ser um ritual de purificação do corpo, certas pessoas são consideradas muito puras para serem cremadas, são elas: menores de 10 anos, Sadhus (homens santo) e mulheres grávidas. 

  4. Assim como, algumas pessoas são consideradas demasiado impuras para serem cremadas: leprosos e pessoas picadas por cobra.

  5. Tanto as pessoas muito puras como as impuras são então enroladas em um lençol branco, amarram pedras em seus corpos e são jogadas para o fundo do rio.

  6. É estritamente proibido chorar durante o ritual de cremação. Qualquer pessoa que ameaçe chorar é retirada do local. Isso por que eles creem que o choro impede a alma de subir aos céus. 

 

Lembre-se que é proibido fotografar.

CERIMÔNIA DIÁRIA 

 

Todos os dias no nascer e no pôr do sol, os indianos prestam homenagem a mãe Ganga, ou, Deusa Ganga. Sendo que o ritual do pôr do sol é o mais famoso. Por volta das 19 horas, milhares de indianos se reúnem na Dasaswamedh Ghat para o ritual que inclui a cantoria de mantras, coreografias com fogo e sinos. Este é um momento de agradecimento. Dica: chegue cedo para conseguir um lugar na primeira fileira de um dos barcos que ficam no rio de frente para o ritual, melhor visão impossível :)

PASSEIO DE BARCO

 

Há dois passeios: o do nascer e do pôr do sol. Recomendo o primeiro sem sombras de dúvida! Explico: por conta da geografia e localização da cidade, o nascer do sol ocorre no horizonte, iluminando toda a cidade com raios de sol alaranjados. Já no pôr do sol, a posição do sol muda, obviamente, sendo impossível de ver o sol se pondo no horizonte, além da consequente sombra que recai sobre a cidade. Sem contar que ao amanhecer, a cidade está mais calma e tranquila.

RESTAURANTES E BARES EM VARANASI

Aadha-Aadha Café

 

Café muito fofo com vista para o Ganges. Tomávamos café da manhã todos os dias aqui. É limpinho (para os níveis indianos, lembrem-se que tudo é relativo), usam água filtrada, tem tortas e bolos deliciosos, uma estante com livros e jogos e uma vista linda para o Ganges.

 

Filo Café

 

Fica em um rooftop de um hostel. Também possui uma estante com livros que qualquer um pode sentar e ler :)

 

Niyati Cafe

 

Se você gosta de comida indiana, esse restaurante nos serviu uma das melhores da viagem! Apesar de pequeno e simples, é bem simpático!

 

The 3rd Floor Bar Stock Exchange 

 

Apesar de afastado da Cidade Velha, é o único lugar agradável que achamos em Varanasi onde pode-se beber tranquilamente. Isso por que apesar de o álcool não ser proibido, ele é BEM evitado.

BLUE LASSI SHOP

 

Lassi é um tipo de vitamina indiana feita com iogurte. Tem de viários sabores. Em Varanasi, o Blue Lassi Shop ficou bem famoso, conhecido como o melhor Lassi da cidade. O Ricardo provou, achou bem bom, mas nada demais. Achou o Lassi de Jaisalmer melhor por exemplo. Eu não tive coragem. É muita falta de higiene para o meu gosto.

Fim :)

Alguma dúvida ou comentário? Mande um direct!

  • Instagram

INSPIRE-SE

CARIBE
dicas de lugares incríveis no Caribe
ÁSIA
dicas de lugares incríveis na Ásia
AMÉRICAS
dicas de lugares incríveis nas Américas
ÁFRICA
Dicas de lugares incríveis na África
EUROPA
Dicas de lugares incríveis na Europa
ORIENTE MÉDIO
Dicas de lugares incríveis no Oriente Médio
Show More